/*r.b 20150421 non www for webmaster tools */

Sahaja Yoga

O que é a Sahaja Yoga?

A Sahaja Yoga é o passo seguinte na evolução da consciência humana. Foi criada por Shri Mataji Nirmala Devi em 1970 e, desde então, espalhou-se por mais de 120 países ao redor do mundo.
O conhecimento da Sahaja Yoga é ancestral, mas por muito tempo, era disponível para apenas algumas almas, sendo mantido secreto e transmitido de guru (mestre) a discípulo. Nos tempos atuais, Shri Mataji tornou esse conhecimento possível a todos e a Realização do Si em massa tornou-se uma realidade experimentada por centenas de milhares.
O advento da Sahaja Yoga foi profetizado há muitos anos atrás em muitas das religiões e tradições espirituais do mundo.
Nós vivemos em um mundo relativo, tendo diferentes idéias e concepções, porque o único instrumento disponível para nosso conhecimento é a mente. Como não existem normas para distinguirmos os mestres autênticos dos falsos, muitos buscadores da verdade têm sido iludidos, seguindo falsos e auto-proclamados "gurus", que são orientados apenas pelo poder ou pelo dinheiro, e não para a evolução do Espírito.
Sahaja (= Espontâneo) Yoga (= União com o Eu Verdadeiro) leva nossa consciência além da relatividade da mente, para o Reino da Realidade que pode ser sentida de forma tangível - em nosso sistema nervoso central.
Como resultado desse acontecimento, chamado por muitos nomes - Realização do Si, segundo nascimento, iluminação, Satori, etc., - a ascensão espiritual ocorre sem esforço, como o desabrochar de uma semente em uma grande árvore. O equilíbrio físico, mental e emocional é obtido como um subproduto do crescimento espiritual.
Nós, então, nos damos conta de que não somos este corpo, esta mente, este ego, estes condicionamentos, estas emoções ou este intelecto, porém, somos algo de uma natureza eterna, que reside permanentemente em nosso coração em um estado puro e não perturbado - o Si ou o Espírito. A Realização do Si é a concretização dessa conexão com nosso Espírito.
Como diz Shri Mataji Nirmala Devi: "É importante que todos tenhamos o conhecimento das raízes dentro de nós mesmos, dentro de nossa sociedade e dentro dos seres humanos como um todo.[...]. A Sahaja Yoga permite que o indivíduo se torne seu próprio Guia Espiritual."

 

Em que a Sahaja Yoga é diferente de outros tipos de Yoga?

Nas palavras de Shri Mataji – "Sahaja Yoga é diferente de outros tipos de Yoga porque ela começa com a Realização do Si ao invés de ser esta o sonho inatingível de uma meta distante."
Tradicionalmente, um guru costumava ter apenas uns poucos discípulos e cuidava de seu crescimento espiritual por toda a sua vida, orientando sua purificação espiritual diariamente. Poucas almas eram capazes de obter a Realização do Si após muitos anos de passar por diversos estágios (yama, niyama, técnicas respiratórias, posturas, etc.). Para aquelas poucas almas, era como tentar limpar um quarto completamente escuro sem luz alguma.
Nos tempos atuais – que Shri Mataji chama de Época do Desabrochar, por causa do estado alcançado pela consciência humana coletivamente – Ela desenvolveu um método pelo qual este evento (A Realização do Si) ocorre espontaneamente (Sahaja), sem nenhum esforço. Uma pequena luz é, então, acesa dentro de nós (uma nova dimensão se torna disponível à nossa consciência) e pela meditação Sahaja Yoga nós podemos crescer muito mais rapidamente, sem termos de passar por penitências, vivendo vidas normais junto às nossas famílias e à sociedade.
Isto é porque, à luz dessa nova consciência, nós nos tornamos nossos próprios mestres, nossos próprios guias. Após a Realização do Si, nós podemos sentir uma suave brisa fresca fluindo acima de nossas cabeças e também do centro das palmas de nossas mãos. Podemos sentir nas pontas de nossos dedos quaisquer bloqueios em nossos centros energéticos e também podemos limpá-los usando a energia que foi em nós despertada(Kundalini). E mais, nós nos tornamos coletivamente conscientes, i.e., podemos sentir os centros de outras pessoas e desbloqueá-los também. O fato de que somos parte e parcela do Todo se torna uma realidade tangível em nossa vida cotidiana.
Tornar-se um com o Espírito Puro é, para nós, a meta final da vida humana, descrita de diversas formas em todas as religiões e tradições espirituais do mundo. A Realização do Si é o primeiro passo: uma vez que esta conexão é estabelecida inicialmente, ela necessita ser nutrida com nossa atenção e meditação regular, possibilitando-nos perceber porque estamos aqui e, finalmente, realizar o destino de nossa vida.

Quando e como a Sahaja Yoga começou?

Nas primeiras horas do dia 5 de maio de 1970, desejando que todos os Buscadores da Verdade alcançassem a Realização do Si, numa pequena praia de Nargol (aproximadamente 150 km de Mumbai), Shri Mataji meditava sobre a Sahasrara Primordial - o sétimo centro, o chakra da integração - e o ápice de nossa evolução espiritual. Lá ela testemunhou sua grandiosa abertura. Ela descreve este evento histórico:

"É o maior evento de todos acontecimentos espirituais do universo... Sem este acontecimento não poderia ter existido esta possibilidade de dar realização em massa às pessoas.[...]
Logo que o Sahasrara foi aberto, toda a atmosfera se encheu de chaitanya (vibrações) e havia uma tremenda luz no céu e tudo aquilo desceu para esta terra, como se fosse uma chuva torrencial ou uma cachoeira com uma força tão tremenda, como se Eu não tivesse percebido, fiquei perplexa.
Este acontecimento foi tão tremendo e tão inesperado, que eu fiquei atônita e fiquei em silêncio total perante a grandeza.
Eu vi a Kundalini primordial erguendo-se como uma enorme fornalha e a fornalha estava muito silenciosa, mas tinha uma aparência incandescente, como um metal que se aquece e possui muitas cores.
Da mesma maneira, a Kundalini apareceu como uma fornalha em forma de túnel, como se vê nestas fábricas que se queima carvão para gerar eletricidade, e ela se esticou como um telescópio saindo uma depois da outra, shoot! shoot! shoot! assim mesmo.(N.T.: como disparos de fogos de artifício).
Comecei a ver tudo isso e fique em completa alegria. Foi como um artista presenciando sua própria criação e eu senti o regozijo de uma grande realização.
Depois de sair dessa linda experiência, eu olhei em volta e vi seres humanos tão cegos e entrei em silêncio absoluto, desejando obter as taças para enchê-las de néctar".(Shri Mataji Nirmala Devi, "Sahasrara Day Puja Address", Le Raincy, 1982 in "Nirmala Yoga", p.4).

A Sahaja Yoga nascera. Shri Mataji começou dando a Realização a pequenos grupos de buscadores na Índia, tocando seus centros ao longo da coluna vertebral. Então Ela despertou a Kundalini do primeiro grupo de doze buscadores: a Realização em massa se iniciara. Sahaja Yoga se espalhou rapidamente pelas pequenas vilas da Índia, onde pessoas inocentes estavam prontas para receber esta dádiva Divina com um coração aberto.
Logo depois o marido de Shri Mataji foi nomeado Secretario Geral da Organização Marítima da ONU e Londres tornou-se seu lar. O primeiro grupo de sete Ocidentais recebeu sua Realização e se tornaram Sahaja Yogis (praticantes da Sahaja Yoga).
Lentamente a Sahaja Yoga se espalhou pela Europa e pela América do Norte. Em 1972, ela partiu para a América do Norte. Ela fez reuniões após reuniões, mas sua mensagem encontrou ouvidos moucos pois os buscadores daqueles tempos eram ingênuos demais para perceber que podemos obter a Verdade sem pagar somas fabulosas de dinheiro. Em sua volta a bordo do navio, ela lhes falou neste poema.
Em 1989, Sahaja Yoga se espalhou pela Rússia e os países do Bloco Oriental, onde milhares de buscadores encheram estádios para assistir suas aulas e receber a Realização do Si. Hoje em dia, a Sahaja Yoga se estabeleceu em todos os cinco continentes e está chamando a atenção das comunidades cientificas, políticas, ecológicas e espirituais como um caminho para resolver as crises dos tempos presentes a partir do interior.

É difícil praticar a Sahaja Yoga? Quais são seus efeitos?

Sentar-se silenciosamente, fazendo nada, tranqüilizando a mente e acalmando o corpo, nunca foi a maneira ocidental. Por séculos, Meditação e Yoga União) tem sido considerada pelos europeus como uma prática esotérica, oriental, de pouco benefício prático.
Mas nas últimas décadas, a crescente velocidade e pressão da vida moderna têm sido acompanhadas por um aumento da necessidade de meios para se conviver com elas. A Ciência Médica está agora provando o que um número crescente de pessoas no Ocidente tem descoberto por si mesmas: que o relaxamento da verdadeira meditação tem efeitos benéficos, mensuráveis em todos níveis de nosso ser, sem efeitos contrários prejudiciais.
Na Yoga da meditação verdadeira desenvolve-se uma consciência da energia sutil que existe dentro de todos nós, e uma conexão espontânea com o mecanismo interno pela qual aquela é governada. Esta integração não pode ser forçada através de exercícios, cânticos ou mantras. Isso acontece como um despertar natural, do mesmo modo que nosso próprio corpo cresce e mantém a si mesmo, sem nenhum esforço consciente de nossa parte.
Os últimos anos têm visto a evolução de um processo pelo qual esta integração interior pode acontecer em pessoas comuns em qualquer lugar, independente de idade, ocupação, raça, cor e credo. Isto não é uma teoria ou um conceito que precisa ser trabalhado. A Sahaja Yoga é uma sólida experiência, uma realidade física verificável em nosso próprio sistema nervoso, que conduz a melhoras espontâneas em nosso bem-estar individual e em nosso relacionamento com o mundo. Há inúmeros casos de superação de vícios de álcool e drogas e cura de doenças (como o câncer), problemas cardíacos e de outras desordens físicas e mentais como estresse, depressão e tensão, por meio da prática da Sahaja Yoga.
A palavra Sahaja significa "inato", porque a energia purificadora e curativa que é gentilmente despertada repousa dentro de todo ser humano desde seu nascimento.
A partir desse momento a pessoa está apta a começar a promover o equilíbrio dentro de sua vida. Além dos benefícios mencionados acima, a simples meditação e as técnicas da Sahaja Yoga levam o indivíduo para o canal central, o caminho do equilíbrio entre opostos prejudiciais como: letargia extrema ou atividade excessiva e frenética - de muita emoção ou falta dela - de viver muito no passado ou pensando muito no futuro. Então a pessoa torna-se calma, de personalidade alegre, confiante, apta a regozijar a vida, vivendo o agora, o momento presente.

Meditação

Quem pode praticar a meditação Sahaja?

Qualquer pessoa pode praticar. Não há nenhuma restrição com relação à casta, credo, religião, nacionalidade ou idade.

Quanto isso irá custar para mim?

A Realização do Si é gratuita. Todas as palestras e cursos oferecidos pela Sahaja Yoga são gratuitos.

O que é a brisa fresca? O que são as vibrações?

A Kundalini despertada se eleva na coluna vertebral até atingir a região límbica do cérebro, por onde Ela flui suavemente através do topo da cabeça, na área óssea da fontanela. A Kundalini pode ser sentida saindo da área óssea da fontanela como uma brisa fresca ou vibrações frescas. Essas vibrações frescas também podem ser sentidas nas pontas dos dedos e nas palmas das mãos. É importante compreender que nós percebemos essas sensações em nosso sistema nervoso central. É por essa razão que a Meditação Sahaja não pode ser atribuída a uma fé cega. É uma experiência e um fenômeno que pode ser cientificamente comprovado. Do mesmo modo que todos os seres humanos podem sentir o calor dos raios do sol sobre a sua pele, todos os seres humanos podem sentir as vibrações frescas e experienciar a Meditação Sahaja da mesma forma.
A experiência da brisa fresca nas mãos e no topo da cabeça é a evidência física do despertar da Kundalini e Sua união com o Poder Onipresente do Divino. Muitas pessoas podem sentir uma brisa quente, em vez de uma brisa fresca, saindo de suas mãos e do topo da cabeça. Isso indica que a Kundalini está fazendo Seu trabalho de equilibrar os vários aspectos da pessoa e esse calor é o resultado do Seu trabalho. Uma vez que os vários aspectos se equilibrem, o calor desaparece e uma brisa fresca pode ser sentida. Pode levar algum tempo para a pessoa sentir a brisa fresca e os praticantes experientes da Meditação Sahaja podem ajudar, desobstruindo quaisquer obstáculos que impedem a percepção da brisa fresca.

O que é a consciência sem pensamentos?

As escrituras Indianas descrevem os seguintes quatro estados da consciência humana:

  • Jagruti: o estado de consciência de vigília, quando estamos acordados
  • Swapna: o estado de consciência do sonho
  • Sushupti: o estado de sono profundo no qual a mente, o ego e o superego estão tranqüilos
  • Turya: o estado de consciência sem pensamentos, além da mente.

Os primeiros três estados de consciência são comumente experimentados em nossa vida diária. O quarto estado é o estado de consciência sem pensamentos ou nirvichara samadhi. Esse é o estado no qual a constante entrada e saída de pensamentos na mente tem um fim. À medida que esse intervalo cresce, os pensamentos diminuem  e com a prática regular da meditação, a mente entra facilmente no estado de consciência sem pensamentos. A atenção se torna tranqüila como um lago sem  nenhuma onda e uma profunda paz interior começa a ser percebida em nossa consciência.

A partir de suas experiências anteriores, as pessoas acham que não é possível ter um momento onde não há pensamentos.

Shri Mataji: É verdade. Você não pode até a Kundalini ser despertada, você não pode ficar sem pensamentos. Você percebe que um pensamento se eleva e decai e outro pensamento se eleva e decai. Há um pequeno espaço entre eles, o qual chamamos em Sânscrito de Vilumba, espaços muito pequenos. Agora, o que acontece com o despertar da Kundalini é que esses pensamentos se tornam alongados e essa Vilumba aumenta. Assim, você automaticamente tem isso. Você não terá que se preocupar com isso. (05.05.1987)

Realização do Si

Qual é a definição de iluminação?

Shri Mataji: Iluminada significa uma personalidade. A personalidade iluminada, Eu posso lhe dizer, é uma pessoa que está além da mente. E ela está totalmente em contato com esse Poder Onipresente do Amor Divino. Como um resultado, tudo nessa pessoa é guiado, ajudado por esse Amor Divino. Esse Poder é tão grandioso que Ele cuida de você, Ele organiza tudo, Ele pensa, Ele compreende, é acima de tudo, sabedoria. Você se torna uma pessoa que é muito consciente coletivamente.
Hoje em dia, nós precisamos de pessoas assim. Senão você só pensa em si mesmo. Você só consegue pensar nos outros, se você estiver coletivamente consciente. Mas nos dias atuais, há tantas pessoas comercializando a espiritualidade, vejam. Isso também acontece. E as pessoas simplesmente se aventuram nisso, Eu não sei por quê. Por que elas não descobrem qual é o benefício, o que vocês ganharam com isso? Ninguém quer saber.

Qual é o papel do pensamento no processo da Realização do Si?

Shri Mataji: Eu já lhes disse que quando nós pensamos, nós pensamos no futuro ou no passado, mas  este momento é que é a realidade, o presente é a realidade. Então o que acontece por causa do nosso tipo especial de cérebro prismático que nós temos é que o tempo todo nós reagimos a isto, a aquilo e o tempo todo, nós estamos reagindo. E especialmente nos Estados Unidos, Eu percebo que há tantas opções que você continua escolhendo entre um e outro e outro. Isso é enlouquecedor. Nós estamos o tempo todo pensando, pensando, pensando, nós não conseguimos deter isso. Mas depois da Realização você fica em paz. Se você quiser, você pode pensar, se você não quiser, você não precisa pensar.
Miami, EUA 1990
Palestra Pública

Uma vez que você se torne Realizado, como você mantém isso?

Shri Mataji: Eu achava que uma vez que você obtém a Realização do Si você é Realizado. Mas não é assim, Eu devo encarar os fatos como eles são.
Uma vez que você obtém a Realização, naturalmente), você sente o tempo todo a brisa fresca e tudo isso. Mas há problemas nos seus centros, nos seus chakras, os quais você pode sentir nas pontas dos seus dedos. Você pode se observar. Eu disse conhecimento de si mesmo, então você pode se observar, ver que problemas você tem, você pode perceber os problemas em você mesmo. Imediatamente você diz: “Tudo bem, este é o problema.” E esse problema você quer corrigir em si mesmo, porque você vê a si mesmo. Eu fico surpresa ao ver que algumas vezes as pessoas vêm e Me dizem: “Mãe, meu Agnya (o sexto centro) está muito ruim, por favor, por favor, corrija-o.” Isso significa: “Mãe, eu tenho sido muito egoísta.”
Normalmente ninguém diria: “eu sou egoísta”, diria? Ninguém. Mas, logo que eles obtêm a Realização do Si, eles vêem o problema, eles amam a si mesmos e eles vêem a si mesmos nesse amor. Eles dizem: “Por que não me corrigir?” Depois, é claro, isso tem que ser trabalhado um pouco, assim como, se a semente germina ela tem que crescer. Não leva muito tempo.
Num período de um mês, a maioria das pessoas tornam-se mestres. Elas podem dar a Realização, elas podem dizer-lhes, qualquer uma. Vocês não precisam ser muito instruídos, nada disso. Eu tenho visto nos povoados, as pessoas realizam isso muito rapidamente. Eu não posso dizer exatamente quanto tempo levará, mas Eu tenho visto pessoas tornando-se mestres em um mês. E vocês não têm que pagar por tudo isso. É muito importante compreender.
Nova York, EUA 1990
Palestra Pública

Qual é a pessoa certa para a yoga (Realização do Si)?

Shri Mataji: Nenhuma instrução é exigida, de forma alguma. Quanto mais simples você for, melhor. Algumas vezes a instrução pode ser uma barreira, porque, vejam, vocês não captam o aspecto fundamental, como Eu diria, se vocês forem muito instruídos, vocês poderiam não compreender o aspecto  fundamental. Mas se vocês tiverem essa inteligência e essa inteligência inocente, que é tão  perspicaz, ela compreende o ponto essencial muito facilmente. Mas uma pessoa que é muito inteligente pode ser orientada pelo ego, vejam, e uma pessoa que poderia ser muito condicionada e ritualista, que tem fé, fé cega nas coisas, também é difícil.
Portanto, vocês têm que ter uma pessoa muito simples, que seja uma pessoa de mente aberta. Do ponto de vista científico, Eu diria, seria melhor, mas a maioria das pessoas que Eu encontro são deste tipo: a maioria está nas aldeias na Índia ou digamos em lugares onde não há tanto dessa assim chamada artificialidade, não há sofisticação, são seres humanos normais e vivem em contato com a terra.
Áustria, 1984
Entrevista na Rádio

Kundalini

Essa energia é algo que é neutro?

Shri Mataji: Ela não é apegada a vocês, mas Ela os ama. No sentido de que, em Seu desapego, Ela quer que vocês obtenham a sua Realização. Porque Ela é a sua Mãe e vocês têm que ter a sua Realização. Isso é muito importante. Esse é o desejo Dela por séculos e é por isso que você é um buscador, porque Ela está lá.
Viena, Áustria  1988
Entrevista na TV

Em sua palestra, a Senhora se refere à Kundalini como "Ela". Isso é por que a Senhora é uma mulher?

Shri Mataji: Não, não, Ela é o lado feminino. Veja, Ela é a Shakti, Ela é o lado feminino. É por isso que a disputa entre as mulheres e os homens é tudo falsidade. Não há nada disso, eles existem juntos. É como a lua e o luar. É como o sol e a luz do sol. É como Deus e a Kundalini. É como a palavra e o significado.

Eu ouvi dizer que existem relatos de que é perigoso acordar a Kundalini. Por que esses relatos existem?

Shri Mataji: Esses relatos existem porque pessoas que não são autorizadas têm tentado elevar a Kundalini. A pessoa que tiver que elevar a Kundalini tem que ser autorizada pelo Divino. Essa pessoa tem que ter esse caráter puro. Essas pessoas (não autorizadas) simplesmente tentam elevar a Kundalini e a Divindade no chakra que Eu chamo de chakra da inocência é aquela que fica aborrecida e é desse modo que essas pessoas entram numa situação difícil. Como Eu lhes disse, este é o chakra que cuida daquelas pessoas que não estão autorizadas a fazer isso.  Ou, podemos dizer, a grosso modo, pode-se explicar desta forma: uma pessoa que não sabe sobre eletricidade e põe seus dedos na tomada leva  um choque. Mas é muito pior do que isso. As pessoas que não têm um caráter apropriado ou uma vida correta e tentam esses truques se metem em confusão. Não pela Kundalini, mas pela Divindade que está protegendo a castidade Dela.
Agora, Eu devo ter dado este despertar da Kundalini para milhares e milhares e milhares de pessoas e ninguém teve nenhum problema. Ela é a sua Mãe e como sua Mãe tem lhes dado o nascimento assumindo toda a dor para si mesma. Ela absorve todas as dores, Ela não lhes traz nenhum problema, de forma alguma. No máximo, vocês podem sentir um pequeno formigamento ou algo assim.

 

Vídeo: O Despertar da Kundalini em Massa

Rodapé